Como criar a logomarca perfeita para sua advocacia?

Deseja criar a logo ideal para sua advocacia? Inspire-se com estas dicas e modelos para ter o melhor logotipo para o seu escritório.

Tópicos

  1. Descubra a sua paleta de cores ideal
  2. Escolha fontes sabiamente
  3. Evite os símbolos tradicionais
  4. Considere onde será usado
  5. Destaque a sua especialização
  6. Apresente seu nome
  7. Faça uso de formas geométricas
  8. Adicione um slogan
  9. Use formas de modo inovador
  10. Tente Usar Gradientes
  11. O Monograma Clássico
  12. A Inovação está nos Detalhes
  13. Anos Constroem Credibilidade
  14. Seu logotipo é sobre você
  15. Pronto para criar a sua identidade visual ?

A criação de um logotipo exige muita seriedade. Visto que, é essencial estabelecer todo um conjunto de relações na aplicação dos elementos.

Em síntese, a logomarca da advocacia é o fator responsável por materializar a sua identidade. Sendo, portanto, um ponto de importância estratégica para o sucesso da comunicação com o seu cliente!

Descubra a sua paleta de cores ideal

Há muitos elementos importantes no design de uma logo. Mas as cores e como você faz uso delas, são sem dúvida as mais perceptíveis. Ela possui a capacidade de afetar e provocar emoções específicas nas pessoas.

Ocorre que a cor do seu logotipo comunica a mensagem da sua marca e fala com seus clientes-alvo. Por exemplo, um clássico do uso da psicologia das cores na logo é o McDonalds:

“As cores vermelho e amarelo foram escolhidas por uma razão específica — e não, não foi porque ficaram bonitas com o rosto de palhaço de Ronald McDonald. Na verdade, tem a ver com ciência. A cor vermelha é estimulante e está associada a ser ativa. Também aumenta a frequência cardíaca, o que ajuda a aumentar seu apetite. A cor amarela está associada à felicidade e é a cor mais visível à luz do dia, por isso um logotipo do McDonald’s é tão facilmente notado em uma estrada lotada. O cérebro processa a cor antes de processar palavras ou formas, então é por isso que a cadeia de fast-food escolheu essas duas cores para seu logotipo e marca. Vermelho e amarelo deixa você com fome, incentivando você a querer comprar o produto que eles vendem, ao mesmo tempo em que faz você se sentir feliz.”

Morgan Cutolo – Yahoo

E está claro que a emoção é ligada à cor do seu logotipo! Então, pense sabiamente nas cores que irá utilizar na logomarca do seu escritório de advocacia.

Cores e emoções:

Vermelho – Representa paixão e energia. Se você busca uma imagem que se destaca, transmite diversão e juventude, o vermelho é a opção ideal.

Branco É uma cor reflexiva que representa pureza, sofisticação e eficiência. Além de transmitir um nível de exclusividade e luxo. Podendo servir como uma cor secundária para o elemento de contraste, e prover uma base simples e “clean” para o seu logo.

Laranja – Suscitar sentimentos de vitalidade, felicidade, entusiasmo e energia. Visto que, remete a uma mistura de emoções ativas e revigorantes associadas ao vermelho. Com a suavidade dos tons amarelados.

Verde – É uma das cores mais relaxantes. Pois, não força nenhum ajuste de visão dos olhos. Essa cor transmite um senso de equilíbrio e calma. Além de uma conexão com a natureza. O verde relaxa a mente, representando uma ideia de oportunidade, novos começos e segurança.

Amarelo – Consiste em uma cor quente e exemplo brilhante de ânimo e cordialidade. Conquista consumidores de forma calorosa, reconfortante e jovial. Além de transmitir uma identidade divertida e acessível.

Azul – Inspira calma, consciência espiritual e o sentimento de confiança. Transmitindo serenidade e restabelecimento. Vale mencionar que, os azuis mais escuros são muito adotados, por instigar confiança e profissionalismo.

Marrom – Manifesta seriedade sem apelar para o escuro da cor preta. A cor é mais suave, e sua ligação com tonalidades naturais o torna uma escolha mais fundamentada. O aspecto natural do marrom manifesta uma atmosfera de apoio, confiabilidade e suscita sentimentos robustos. Porém, acolhedores.

Cinza – Transmite sentimentos de atemporalidade, praticidade e imparcialidade. Idealmente é adotada como uma cor secundária que, combinada a tonalidades fortes, dá um contraste de calma e neutralidade.

Preto – É uma escolha poderosa para incluir em sua identidade de marca. O preto costuma ser retratado como símbolo de profissionalismo e seriedade. Também pode ser usado para suscitar sentimentos de elegância, solidez e poder.

DICA PRO: NÃO TENHA MEDO DE UTILIZAR CORES!

Desde que pesquise bem seu esquema de cores, você pode ser criativo e adicionar tons coloridos.

O escritório Mattos Filho, por exemplo, passou por uma renovação completa de sua identidade visual. 

Antes, com predominância da cor azul, que traduzia a sofisticação e maturidade do escritório, passou a ser laranja. E ainda o novo branding traz conceitos como “solidez” e “excelência”, aliada à modernidade, criatividade e tecnologia.

*Lembre-se que as cores escolhidas devem ser usadas em toda a sua marca. Inclusive, nos  cartões de visita do seu escritório de advocacia.

Escolha suas fontes sabiamente

A primeira coisa que deve-se levar em conta, é que a fonte cumpre o papel de transmitir uma mensagem. Portanto, tem-se que assegurar que a mensagem será bem recebida e passível de leitura.

Então, para deixar esta tarefa mais fácil, aqui estão algumas orientações úteis sobre os tipos de fontes e especificidades.

Simplicidade

Um logo com uma fonte limpa é mais fácil de ser aplicado em diferentes produtos. Lembre-se que talvez você precise aumentar ou reduzir o tamanho do seu logo. Certifique-se de que seu logo fique atraente em qualquer superfície. Seja em um banner grande, uma caneta ou em materiais promocionais.

Reflita sua identidade

Uma fonte faz com que o seu logo seja reconhecido e lembrado. Descubra que tipo de fonte melhor se adapta a sua advocacia. Ela é séria, limpa e nítida? Será que comunica novidade ou se apega a tradições e ideias conservadoras?

Um escritório sério e uma loja de noivas não terão logotipos semelhantes. Leve em conta o tipo de serviço que você está oferecendo. Identifique o seu público-alvo. Logo, descubra qual dos atributos de seu negócio você gostaria de destacar.

Não use muitas fontes.

Uma fonte (ou duas no máximo) é a melhor opção. Por certo, mais fontes podem deixar o logo feio, e despertar desconfiança entre os potenciais clientes.

Não use fontes da moda.

As tendências são de curta duração; o que é popular hoje pode ser esquecido amanhã. Se almeja que seu negócio prospere nos próximos anos, não deixe que a moda o engane. Portanto, escolha uma fonte que reflita os valores e características da sua empresa.

Leve essas informações em consideração:

Certifique-se de que suas fontes são facilmente legíveis –  Ocorre que, as vezes, ao tentar ser muito inovador, você acaba tornando a leitura ininteligível.

O equilíbrio entre função e estilo deve estar lá – Certamente isso é importante! Pois, o resultado final do design é ser atraente aos olhos do seu público-alvo.

Se possível, fique longe de fontes cursivas – Além de serem difíceis de ler, podem ser inadequadas para escritórios de advocacia, que tendem a utilizar fontes sóbrias e tradicionais.

Evite os símbolos tradicionais

Certamente não há problema em utilizar o tradicional martelo ou balança da justiça no seu logotipo.

Na verdade, se quiser parecer único, é até recomendado que sejam utilizados símbolos para o distinguir da multidão. De tal forma, se optar pelo tradicional, utilize-o com moderação. Adicionando toques de modernidade que conversem com os demais elementos do seu logotipo de advogado.

Neste exemplo, a Demarco Advocacia utilizou símbolos tradicionais fortes da lei – brasão e uma espada. E, a partir de clássicos modernizados, conseguiu com sucesso beneficiar muito sua marca.

*Certifique-se de que, ao optar pela utilização de um desses elementos, o designer responsável pelo logotipo crie a imagem do zero. Desse modo, é possível fugir da mesmice. Evitando similaridades com a marca de outros escritórios da sua região.

Considere onde será usado

Antes de mais nada, seu logotipo deve ser claro e reconhecível, não importa o contexto. Considere os seguintes pontos antes de fazer o design:

  1. Deve parecer o mesmo no canto do seu site, em uma miniatura de mídia social, e em um enorme outdoor;
  2. O que acontece se seu logotipo for colocado sem cor? Ainda é reconhecível?
  3. Considere como seu logotipo será colocado: impresso, estêncil, bordado, etc;
  4. Se parte do logotipo não for visível, ele ainda deve ser reconhecível.

Por fim, basta indagar se o seu logotipo pode suportar o teste de contexto adaptar-se a qualquer ambiente. Se a resposta for não, então pense em redesenhá-lo.

Destaque a sua especialização

Um logotipo que mostra sua experiência em uma área específica do Direito chamará a atenção das pessoas. Considere projetos que demonstrem seu valor único.

Por exemplo, um advogado da família com uma representação familiar em seu logotipo descreveria muito poderosamente o que ele faz. Lembre-se de mantê-lo elegante e moderno.

Portanto, pense nas maneiras pelas quais seu projeto dirá aos clientes que você é especialista na área em que atua!

Apresente seu nome

Na indústria jurídica, a reputação do advogado é essencial. E as pessoas relacionam sua reputação com seu nome e sobrenome. Portanto, exiba o nome da sua empresa em seu logotipo de forma distinta.

No futuro, uma vez que seu logotipo tenha ganhado sua reputação, as pessoas devem ser capazes de conectar seu logotipo com seu nome. Sem sequer ter que lê-lo. Considere, o que você quer que as pessoas pensem quando virem seu nome no logotipo ou apenas o design dele.

Faça uso de formas geométricas

Sem dúvida, as formas de um logotipo são os elementos essenciais de qualquer design. Visto que, compõem a base dos ícones, quer pela maneira como eles são combinados ou como a imagem por trás de uma logo. 

O cérebro naturalmente diferencia as formas e as memoriza com facilidade, como uma maneira de aprender coisas novas. Assim, quando você constrói um design, a forma do logotipo pode ajudar a criar conexões emocionais e psicológicas mais claras entre a sua marca e os consumidores.

 Portanto, é importante entender o que cada forma diz sobre a sua marca e compreender como você pode efetivamente incorporá-la no seu design!

Círculos

Embora, não sejam a forma mais popular, os círculos são um símbolo de estabilidade e colaboração. Nesse sentido, os logotipos que usam anéis são projetados para serem acolhedores, positivos e focados em uma mensagem de união. 

Quadrados e retângulos

Os quadrados e os retângulos proporcionam uma combinação de ousadia e equilíbrio. Uma vez que, costumam ser vistos como um sinal de segurança e confiança. Considerando sua associação a objetos como casas, cofres e caixas onde se guardam as coisas. 

Além disso, as linhas e os ângulos retos representam um sentido de ordem e profissionalismo. São excelentes para inspirar uma sensação de força e estabilidade.

Triângulos

Os triângulos se destacam por sua combinação de linhas retas e ângulos acentuados. Eles transmitem poder, força, energia e muito mais. Desse modo, os triângulos são considerados arrojados 

Linhas horizontais

Assim como o horizonte ou a visão de terra firme, as linhas horizontais causam uma influência impactante sobre uma marca. Para a maioria das pessoas, as linhas horizontais representam uma sensação de estabilidade e calma.

Linhas verticais

Os logotipos que utilizam linhas verticais em destaque são arrojados e passam uma sensação de força e estabilidade, combinadas com uma abordagem mais agressiva. Mas elas também são excelentes para exibir uma imagem de eficiência e confiança.

Adicione um slogan

O logotipo do Pinhão e Koiffman, por exemplo, incorporou elementos únicos. Como o realce das intersecções das letras, e as cores verde e marrom. Não é tradicional em termos de símbolos e cores. Mas adiciona um slogan para comunicar, além de tudo, o que a empresa faz por sua clientela.

Um slogan é um texto curto que descreve tudo o que você faz. Logo, em três a cinco palavras você consegue informar ao seu público sobre seu propósito, missão e visão. Um slogan ajudará os clientes a se sentirem mais conectados à sua empresa.

Tenha essas ideias em mente ao cogitar um slogan:

  1. Seja simples;
  2. Seja específico, não genérico;
  3. Mencione os benefícios de vir até você;
  4. Faça as pessoas falarem sobre sua firma;
  5. Quanto mais curto, melhor.

Parece um desafio, certo? Dedique um tempo para pensar no seu negócio e chegar no slogan brilhante. Lembre-se, de pesquisar no Google se o seu slogan já não está em uso.

Muita atenção e cuidado para não infringir o Código de Ética da OAB. 

Além disso, não utilize o slogan como propaganda exagerada, ou promessas de ganho de causa. Mas sim, como realce do diferencial do seu escritório ou especialidade.

Use formas de modo inovador

Tenha em mente que as formas devem retratar elegância, regularidade e simplicidade.
O advogado Tomas Andrade foi capaz de incorporar o pilar e a letra ‘T’ do seu nome para seu logotipo. Este é um exemplo de como adicionar um toque criativo aos logotipos tradicionais de escritórios de advocacia, tornando-o memorável.

Semelhantemente, o advogado Ignacio Martins também utilizou de maneira criativa o símbolo clássico do pilar. Neste caso, ele foi capaz de incorporar a letra ‘I’ nela. E o formato reto das linhas também tornam o símbolo mais moderno.

Aqui estão algumas ideias rápidas para obter inspiração e criatividade na criação do logo para advogado:

  • Olhe para outros logotipos de escritórios de advocacia para se inspirar: Temos mostrado grandes exemplos de logotipos ao longo deste artigo. Aprenda com eles!
  • Considere seu público: Lembre-se que você quer conectar sua empresa com o cliente;
  • Pesquise alguns outros logotipos: Tudo bem ter ideias dos outros;
  • Comece com uma caneta e papel: Não pule direto para um software de design. Usar o papel velho e a caneta ainda é a melhor maneira de tirar ideias.

Tente Usar Gradientes

A tendência no design agora é fazer planos logo. E, para fazer seu logotipo se destacar, você pode adicionar um gradiente a ele. O gradiente de cores quentes do Loeser Blanchet Hadad Advogados fez seu logotipo parecer ainda mais elegante.

Por certo, um ponto importante a se considerar é, não fazer do gradiente o ponto principal da sua logomarca. Visto que, deve ser usado para dar um toque extra. Isso faz acentuar um logotipo já forte!

O Monograma Clássico

Indubitavelmente, os monogramas nunca saem de moda. Por que? Porque eles funcionam! Afinal, se você criar um monograma equilibrado e atraente para o seu logotipo de advogado, é uma boa maneira para adicionar credibilidade à imagem geral da sua marca.

A Inovação está nos Detalhes

O logotipo do Lobo de Rizzo é um exemplo de inovação na advocacia. Por causa da comemoração dos 10 anos do escritório, eles passaram por uma renovação de identidade visual. Adotando o incomum e chamativo verde em seu logo.

Segundo o próprio escritório Lobo de Rizzo: “O círculo composto por diferentes formas e tons representa a união dos integrantes, clientes e o DNA da sociedade institucionalizada para perpetuar o escritório. O uso consistente das cores (preto, verde e cinza) gera reconhecimento e diferenciação do material por todos os públicos. O Verde é uma cor que fortalece os conceitos de modernidade.

Sendo assim, não tenha medo de inovar! Nunca deixe de prestar atenção a detalhes como equilíbrio, espaço e simetria.

Anos Constroem Credibilidade

Na advocacia, certamente quanto mais tempo você tiver no ramo, mais pessoas confiam em você e na sua experiência. O escritório Granadeiro Guimarães, por exemplo, fez questão de incluir a data de fundação do escritório em seu logotipo. Com o objetivo de mostrar claramente aos seus clientes que possuem muitos anos de experiência.

Entretanto, se está iniciando sua carreira na advocacia, lembre-se, que ao elaborar o logotipo deve-se levar em conta os melhores elementos a serem usados para transmitir os seus valores para o público-alvo para gerar confiança em seus clientes.

Seu logotipo é sobre você

Todo o processo de construção da sua logomarca passa pelo entendimento de como você quer ser lembrado, e como pode projetar essa imagem para sua audiência…

Nesse exemplo, o escritório Vilhena SIlva optou por um logotipo que transmite o contato e cuidado pessoal com os seus clientes, de forma simples. Dois “ponto e vírgula”, que ao mesmo tempo parecem duas pessoas, ou o relacionamento interpessoal.

O ponto e vírgula tem também uma simbologia forte por trás de sua simplicidade: é usado quando um autor poderia ter escolhido terminar uma frase. Mas, optou por não fazer, ele continua. Este logotipo é simples, limpo e fácil de entender.

Já olhando para este logotipo do Escritório de Advocacia Tavares, pode-se ver que o símbolo principal usado é uma coruja. Ave essa, que simboliza a busca pela sabedoria com uma referência ao Direito por carregar a balança da justiça.

Certamente, por influência da mitologia grega. Na qual Atena, deusa da guerra e da sabedoria, tinha uma coruja como mascote. Desse modo, um logotipo significativo ajuda seu público a te conectar com a marca. O que é muito importante nessa linha de trabalho.

Pronto para criar a sua identidade visual ?

Nesse texto, busquei trazer para você, algumas sugestões de como criar uma identidade visual perfeita para sua advocacia.

Você aprendeu que, a logomarca vai muito além do que apenas definir cores e desenhos, que representem a sua marca. Contrariamente, é um processo de conhecimento da sua própria atividade, dos seus valores e dos objetivos que quer alcançar.

Curtiu esse assunto e quer ficar por dentro das novidades sobre Marketing Jurídico? Faça seu cadastro e receba os materiais exclusivos da Comunidade.adv.br diretamente em seu e-mail. Muito obrigado!

Áudio do Artigo

Se preferir, posso ler para você!

COMPARTILHAR:

POSTS RELACIONADOS

Comente

Seu e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *